sábado, 17 de setembro de 2011

Democracia medíocre - o debate sobre 10 ou 15 vereadores

Está revelada a mediocridade do pensamento democrático brasileiro quando o que se debate é um aumento irrisório de 10 para 15 vereadores. A população, ignorante em política, reage indignada, porque não queria que existisse vereador nenhum, e acha que o aumento resultará em aumento da robalheira (sim, é ignorante também em matemática, pois é claro que não se pode roubar mais do que tudo, não importa quantos sejam os ladrões).Os melhores vereadores dessa vez estão na retaguarda, surfando no moralismo e no antipoliticismo que envolvem a questão, e pretendem votar contra o aumento.

Claro que esse aumento bobo de 10 para 15 vereadores não vai transformar São João del-Rei em uma democracia, mas vai gerar umas poucas melhoras. Cada coligação, para eleger um vereador, precisará de um número menor de votos, dando chance aos pobres. Para comprar a maioria da Câmara será necessário comprar não 5, mas 8 vereadores, tornando a manobra mais arriscada e mais cara.

Se a Constituinte de 1988 permitisse, o que nós comunistas devíamos propor é que os vereadores voltassem a não ganhar salários, como já foi no passado, e que fossem multiplicados para uns 200 por cidade. As Câmaras então se tornariam parlamentos decentes, e poderíamos extinguir a figura autoritária e corruptora do prefeito e colocar no seu lugar um secretário indicado (e sempre substituível) pela Câmara.

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Mulheres em armas na Líbia

Em Asabaa, Líbia, mulheres revolucionárias afugentaram toda um batalhão de traidores aliados ao Império, tendo matado 12. É fácil compreender que no mundo árabe a revolução passa pelo armamento das mulheres, que o surgimento de tropas de mulheres, lideranças femininas, etc., é uma garantia de progresso político. Eis então mais um exemplo do que ganham os imperialistas quando atacam uma revolução, mesmo no estado da líbia. Acabam de criar tudo do que precisávamos que surgisse!

domingo, 11 de setembro de 2011

Berlusconi confessa que povo líbio é majoritariamente favorável a Kadáfi

Segundo Le Figaro, jornal francês de direita, o primeiro ministro da Itália, um dos países que agride a Líbia, confessou que "não aconteceu um levante popular na Líbia" "porque o povo líbio amava Kadafi", e que a derrubada da República nesse país foi uma decisão de "homens de poder", entre os quais ele obviamente se julga. Ou seja, o governo italiano, graças à inteligência de Berlusconi, confessou que os ataques aéreos de França, Inglaterra, Itália e EUA contra a Líbia são criminosos, não servem para defender um povo que se levanta contra uma ditadura, mas para recolonizar um país.

A república criada há 42 anos na Líbia não é um exemplo de democracia, conforme se pode notar pela presente guerra civil, mas a vitória das forças nacionalistas líbias contra os invasores estrangeiros é uma necessidade do povo árabe.

Segundo fontes russas e alemãs, a resistência dos republicanos contra os invasores e monarquistas está sendo sangrenta. Ao contrário da imprensa "brasileira", que não passa de parte da máquina de guerra dos EUA, e noticia como se a guerra tivesse terminado, jornais sérios estão avaliando que o mês de Setembro será decisivo. Enquanto a imprensa "brasileira" noticia que só resta uma cidade em que se concentra a resistência, órgãos mais sérios revelam que na verdade diversas são as cidades sob controle da república, assim como sob controle dos invasores, e em muitas acontecem, nesse momento, combates rua a rua.

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Formado em São João del-Rei bloco entre PCB, PSTU, PSOL, Consulta Popular e Morena

As organizações de São João del-Rei que lutam para superar o capitalismo criaram um bloco político permanente, para atuar em todas as frentes de luta, e o denominaram São João para o Povo Trabalhador.

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

São João para o Povo Trabalhador

Reunidos ontem, dia 6 de Setembro, no Sindicato dos Metalúrgicos, cinco organizações - PSOL, PSTU, Consulta, Morena e PCB - criaram um bloco permanente para atuar na política de São João del-Rei.

Foi criada uma comissão para procurar um ponto comercial para servir de sede a esse bloco político.

domingo, 4 de setembro de 2011

Partidos e organizações socialistas se reunirão essa semana em São João del-Rei

As organizações realmente socialistas que existem em São João del-Rei foram convocadas a se reunirem nessa Terça-feira, dia 6 de Setembro, às 18 horas, na sede do Sindicato dos Metalúrgicos, nas proximidades da rodoviária.

Foram convidados especificamente o PCB (Partido Comunista Brasileiro), PSTU (Partido Socialista dos Trabalhadores - Unificado), PSOL (Partido Socialismo e Liberdade), CP (Consulta Populat) e MORENA (Movimento Revolucionário Nacionalista), mas a reunião é aberta a quem quiser participar.

Como é óbvio, o campo governista não foi convidado.