quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Extrema direita derrotada no Brasil

O agrupamento político que sobrou no Brasil mais à direita, a coligação PSDB-DEM (ex-PFL, ex-PDS), está a ponto de ser suplantado pelos seus até então subordinados "Verdes". Suas apelações demagógicas não só caíram no vazio, mas se revelaram erros políticos. Isso é bom e importante, pois como se nota pelas últimas notícias vindas do Equador, a direita é golpista, de forma que é bom que ela fique desmoralizada.

Em consequência, o voto na coligação governista, PMDB-PT, centrista, não é mais um voto no avanço, mas na continuidade, e possivelmente até um pouco regressista, visto que o PMDB dessa vez tem a vice-presidência, nas mãos de Michel Temer.

A esquerda, embora fragmentada, representa nessa conjuntura um voto no avanço. Votar 21 é apontar para uma sociedade superior à capitalista, e obviamente sem os erros autoritários de algumas experiências socialistas do século XX.

O PCB sempre teve relativamente uma boa votação na legenda. Devemos incentivar esse tipo de voto, que é ideológico, ou seja, nas idéias, e não em pessoas.

Dia 3, vota 21.

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Avaliação de nossa atuação nas eleições 2010

Nesse dia 5 de Outubro, às 10 horas da manhã, faremos uma reunião aberta na qual debateremos nossa atuação nas eleições de 2010. Um documento base para os debates deverá ser publicado no dia das eleições, logo que as urnas forem fechadas, mas antes dos resultados!

Como é óbvio, a utilidade de uma avaliação sempre é fazer a autocrítica necessária.

Local: Campus Dom Bosco - Nos encontraremos na Cantina.

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Aécio e Anastasia continuam tentando censurar PCB com mais 4 processos!

O primeiro processo, tentando tirar do ar o programa de nosso candidato ao governo de Minas Gerais fracassou, e logo no dia seguinte os nove advogados de Anastasia e Aécio Neves entraram com quatro novos processos contra nós.

A grande imprensa (leia-se imprensa do Capital) não noticiou nada!

Que desespero para tirar do ar nosso 45 segundos!

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Aécio Neves tenta censurar programa eleitoral do PCB


Trata-se do sexto programa d candidato ao governo de Minas Gerais, professor Fábio Bezerra (PCB). A alegação tucana, ilariante, é a charge, onde viram, no tapete escondendo contas não pagas, um saco guardando dinheiro!!? Os psicólogos que os analisem! É muito desespero para tirar do ar o contraste entre o palácio recém construído que já está afundando e as casas populares do povo trabalhador.

Aproveitamos para veicular trechos compreensíveis sem edição da sabatina que fizeram comigo há coisa de um mês aqui mesmo em São João del-Rei e o quinto programa que gravei para o programa eleitoral:

A degeneração dos movimentos sociais e dos partidos de esquerda:


Sobre os "candidatos da região":


Sobre as bandeiras eleitorais de 2010:


Quinto programa eleitoral. Pau na grande imprensa:


Fragmento de resposta sobre a educação:

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Resposta a um amigo do PC do B

Um camarada com quem já militei, e um amigo, me enviou e-mail pedindo voto para seus candidatos, do PMDB, do PT e do PC do B.

Eis a resposta que já escrevi e estou tentando fazer o yahoo enviar:

A aliança PT-PMDB esmagou a oposição de direita, até por esvaziar suas propostas e assim tomar parte de sua base. O PMDB governa o país tendo reféns de seus votos no Congresso Nacional o PT e seus rabos.

Essa aliança PMDB-PT é sim superior ao governo do PSDB-DEM, e toda a nação já reconheceu esse evidência, pois seria mesmo impossível ser pior. Mas ainda é inferior ao mínimo exigido para se ter o apoio das pessoas bem informadas.

É hora, já que a extrema direita (PSDB-DEM) está derrotada, de votar na esquerda ao governo, no sentido de impulsionar os avanços e impdedir os prováveis retrocessos do governo Michel Temer. Os deputados atrelados ao governo já deram provas de que estão no cabresto, e não resistirão a esses retrocessos. Os que queriam manter posições dignas foram expurgados.

O Partido Comunista, pela primeira vez em muitos anos, lança chapa completa, desde Presidente da República até deputados, da qual tenho a honra de fazer parte como candidato a deputado federal por Minas Gerais.

Então, proponho, vote 21.

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Cassado prefeito de São João del-Rei

A Justiça cassou o mandato do Prefeito de São João del-Rei, Nivaldo de Andrade, do PMDB, por irregularidades cometidas no mandato 2001-2004. A condenação incluiu a devolução de 200 mil reais e também deu direito à apelação, que certamente será usada pelo prefeito para permanecer no cargo.

Outro político local também punido é o também ex-prefeito, então do PSDB, e hora candidato a deputado estadual por um partido do qual agora não me lembro.

A imprensa local não noticiou nada!

sábado, 11 de setembro de 2010

Jornalista de São João del-Rei demonstra abuso do dinheiro público nas eleições

Não podia ser mais claro, os governos federal e estadual repassam muito mais verbas para os municípios nas vésperas das eleições que o normal - http://observador8.blogspot.com/2010/09/apoio-movido-base-de-convenio-e-dando.html .

Claro, esse é só um detalhe de tudo o que é gasto nas eleições.

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Atividade Inaugural - Casa da América Latina

Hermano dame tu mano vamos juntos a buscar
una cosa pequeñita que se llama libertad
esta es la hora primera este es el justo lugar
abre la puerta que afuera la tierra no aguanta más.”


15h00min | Chegada
Espaço livre para confraternização
15h40min | Apresentação da idéia e função da Casa
Apresentar também os responsáveis provisórios por cuidar da organização da casa
16h00min | Exibição do documentário DCE-UFSJ na ocupação da Reitoria comentado pelos militantes presentes nessa luta diária. Em onze de setembro, dois anos da vitória da ocupação
17h00min | Lançamento do Livro: Um Comunista e Um Anarquista Discutem o Movimento Estudantil da UFSJ. Por André Luan e Mauro Costa.
17h30min | Lanche
18h00min | Decoração da Casa da América Latina
Cada militante é convidado a levar um pertence da luta, uma bandeira, cartaz, fotos... algo que possa decorar a casa e que seja como uma parte que lhe identifique em nosso espaço cultural. Também fazer algumas pinturas na hora, escrever frases...
20h00 | Caldo 
Caldo pra aquecer a Cultural!
20h30min | Cultural
Sons culturais temáticos, Márcio no violão e nossa criatividade.

LOCAL - Avenida do CTan, casa 1, mais precisamente, 300 metros depois da entrada do CTan. Colocaremos um pano vermelho.

terça-feira, 7 de setembro de 2010

DECLARAÇÃO POLÍTICA: INAUGURAÇÃO DA CASA DA AMÉRICA LATINA

As organizações de esquerda no Brasil têm enfrentado grandes ataques nos últimos tempos e são incapazes de contrapô-los na mesma medida por sua fragmentação e desunião. Tais ataques partem tanto da burguesia – que faz uma propaganda massificada de que nossas propostas são “irreais” e “idealistas”, minimizando o potencial transformador de nossas forças – quanto da sociedade em geral, objeto de grandes propagandas que visam e tem conseguido torná-la desacreditada de um projeto político capaz de superar as desigualdades sociais.

A Assembléia Popular do Campo das Vertentes é um espaço de construção de um projeto popular que busca superar a fragmentação. A partir dela diversos movimentos sociais de São João del-Rei e região estão organizados com o objetivo de traçar uma frente única, em defesa dos direitos dos trabalhadores.

No intuito de que tais movimentos possuam um lugar em comum, sentimos a necessidade de construir uma Associação Cultural que permita um espaço interativo em que as discussões sejam privilegiadas e que se permita a construção de uma consciência política crítica, aberta e democrática para os movimentos sociais de São João del-Rei. E que ofereça também um ambiente aonde tenha espaço a produção cultural alternativa. Ela tem o objetivo de, assim, ampliar os horizontes de formação através de uma Casa que possibilite as discussões sobre a luta dos povos da América Latina e do mundo, além de oferecer um espaço de lazer diferenciado.

Sendo assim, para fomentar esse projeto, pensamos na atividade inaugural da Casa dia 11 de setembro, data representativa para o nosso povo: primeiro, porque comemora a vitória dos estudantes do DCE UFSJ na sua luta, conquistando importantes demandas materiais e políticas, como uma assistência estudantil mais digna e a participação dos estudantes em comissões paritárias dentro da instituição, através da importante ocupação da reitoria; segundo, porque é uma data que reflete sobre as atrocidades cometidas nas ditaduras militares que sofremos no século XX, especificamente quanto ao terrorismo bélico da elite chilena, contrária à construção do poder popular no governo Allende em 1973; terceiro, porque remete aos ataques terroristas contra o povo estadunidense. O terrorismo tem sido utilizado pelo imperialismo para manter o medo contra sua população e, consequentemente, como uma arma de exploração contra os povos em luta por sua libertação no Oriente Médio. A ação imperialista também tem dado grandes reflexos em nosso continente, que assiste ao terrorismo de Estado colombiano e aos ataques contra nações progressistas, como Venezuela, Equador, Bolívia e a resistente Cuba.

Convidamos todos os lutadores de São João del-Rei e região para estarem conosco nessa construção coletiva, no dia 11 de setembro (sábado) às 15h na Avenida do Campus Tancredo Neves (CTan), casa nº1, onde realizaremos um espaço de discussão e de confraternização.

Atenciosamente,

Comissão organizadora da Casa da América Latina - terça-feira, dia 6 de setembro de 2010.

Séria incorreção de tradução em uma obra de Marx e uma de Lênin no Brasil

Nos livros Guerra Civil em França (Karl Marx, 1871) e O Estado e a Revolução (Lênin, 1917), que cita exatamente o trecho mal traduzido do primeiro, existe um erro de tradução que adultera um assunto importante em ambas as obras. Acontece que o livro de Marx não trata de qualquer guerra civil, mas da guerra de extermínio movida contra a Comuna de Paris.

Em 1871, como o imperador Napoleão III tinha sido aprisionado pelos exércitos alemães foi proclamada uma República, para lutar pela soberania da França. Mas como o governo provisório dessa República se rendeu ao invasor alemão, o povo de Paris criou outra República, a mais democrática que já existiu na França e talvez no mundo. Uma das características da Comuna, ou seja, dessa nova forma de governo, era que todos os deputados, todos os governantes, todos os funcionários públicos, eram destituíveis pelos seus eleitores, tinham seus mandatos revogáveis, eram removíveis, portanto.

Todas as traduções do mundo, e para o que nos interessa como prova, todas as traduções de línguas latinas, informam ao leitor que todos os mandatos eram revogáveis, mas as traduções brasileiras, uma de vinte ou trinta anos atrás, da Global, e outra de menos de cinco, da Expressão Popular, usam o termo "amovíveis", que em meu humilde parecer significa exatamente o contrário!

Ora, essa não era uma característica qualquer da Comuna de Paris, mas parte de sua alma, e na verdade está sempre presente nos movimentos políticos do povo trabalhador, como no caso dos ingleses Cartistas, que pediam eleições anuais, ou no caso dos Soviets, em que havia igualmente a revogabilidade, assim como nas atuais constituições cubana, venezuelana e boliviana, de cantões da Suíça e estados dos EUA.

Trata-se do direito de enfiar o pé no traseiro dos politiqueiros traidores, um direito sagrado, que nós comunistas defendemos para o povo e que só pode ser lei em qualquer lugar civilizado.

Ao encontrar essa nova tradução incorreta, em um livro que ainda é distribuído, me vi obrigado a publicar essa nota. Pode ser pedantismo, mas é necessário.