domingo, 28 de junho de 2009

Golpe fascista em Honduras demonstra imperialismo dos EUA sob Obama

Diga o que disser Obama, sabemos que os EUA estão por trás de mais esse golpe fascista. Se não estão, que façam o favor de bloquear Honduras como têm bloqueado a democracia cubana.

Leia mais a respeito no Expresso Vermelho ou em outro site da nossa barra lateral.

quarta-feira, 24 de junho de 2009

A suspeita ética tucana: Câmara de Vereadores aprova censura prévia

Em seu número de 20 de Junho, o semanário do PSDB, a Gazeta, publicou um artigo sobre a aprovação de uma resolução que oficialmente deve servir à manutenção da ética na casa. De fato é uma lei de censura prévia, pois prevê a punição dos vereadores que falem coisas desagradáveis aos demais. A única a votar contra foi Silvia Fernanda (PMDB), que sempre se reivindicou de direita, mas que aqui merece nossa defesa.

O que os tucanos entendem por ética ficou claro nessa mesma matéria da Gazeta, que criticou a vereadora Silvia por ter dito que fez “campanha pedindo voto humildemente, Não gastei um tostão, nem meu, nem de empresa nenhuma, nem de deputado. Não comprei voto, não dei cesta básica, não dei manilha, não dei saco de cimento.” O comentário da Gazeta a esse respeito é absurdo - “esbravejou”, disse sobre Silvia Fernanda! Ora, em que as palavras da vereadora são ofensivas? Onde isso é esbravejar? É ético fazer tal comentário sobre uma frase que não tem nada de esbravejar? Essa é a neutralidade da folha tucana?

A fala de Silvia Fernanda foi seguida por protestos de diferentes vereadores, dando mostra do que consideram ofensa – É quando alguém fala a verdade que eles querem manter escondida! Algum brasileiro acaso desconhece que a compra de votos e o abuso do poder financeiro são as principais características de nosso regime político? Falta de ética não seria todos os vereadores saberem disso e fingirem que não sabem?

É público e notório que alguns vereadores foram pegos comprando votos, que diversos gastaram fortunas de deputados e empresas e que um deles até coagiu os funcionários de uma empresa! A “justiça” eleitoral, que cassou a candidatura de um candidato comunista por questões burocráticas não foi capaz de punir os verdadeiros criminosos. Isso é público em São João del-Rei! Mas agora, aprovada essa lei de censura prévia, nada disso pode ser dito por um vereador nas sessões da Câmara! Ética, agora, é ser cúmplice desses crimes. Esperávamos coisa melhor dessa Câmara e até da folha tucana.

quarta-feira, 17 de junho de 2009

Silvio Rodrigues em São João del Rei

Sexta-feira, dia 19 de Junho de 2009, teremos conosco o camarada Silvio Rodrigues, advogado que luta em defesa dos trabalhadores há vários anos, é secretário sindical do PCB de Minas Gerais e vice-prefeito de Borda da Mata.


Teremos com ele duas atividades:


14:30 - Conversa aberta sobre o PCB, o socialismo, a revolução, as eleições de 2010 etc.


17:30 - Reunião sobre a crise do movimento sindical, hoje completamente dividido a nível nacional em cerca de dez centrais, e a proposta dos comunistas para a unidade dos trabalhadores, a Intersindical.


Os interessados nesses dois assuntos estão convidados a participar.


A reunião será no Sindicato dos Metalúrgicos, próximo à rodoviária nova.

segunda-feira, 8 de junho de 2009

Grupo de Estudos: II Capítulo do "Que Fazer?"

A União da Juventude Comunista, em parceria com o PCB de São João del-Rei, está promovendo espaços de formação política para aqueles que se interessam por marxismo e querem discutir as questões teóricas que envolvem a ciência do proletariado. Convidamos a todos aqueles a participarem, no dia 19/06,sexta-feira às 10h na sala do Mestrado em História (1.49)- Campus Dom Bosco do nosso próximo encontro, que debaterá o o segundo capítulo do livro "Que Fazer" do camarada Lênin.

É possível acompanhar os estudos a partir de qualquer momento!

Interessados, entrem em contato com André Luan para o fornecimento do texto: andreluand2@hotmail.com
3291175882
3233714240

A NECESSIDADE DA LUTA IDEOLÓGICA E CULTURAL: COMO ESTABELECER UMA CONTRA-HEGEMONIA ANTI-CAPITALISTA?

Já passadas duas décadas da queda do Leste Europeu vemos que, do ponto de vista cultural, o capitalismo ainda consegue propagar os valores individualistas nas relações sociais de produção na humanidade. O capitalismo mantém a luta daqueles que resistem em um plano econômico- corporativo, sendo a resistência política e o apontamento de um novo projeto de sociedade algo bastante distante da esquerda brasileira. Nesse sentido, quais seriam os caminhos a serem trilhados para nossa luta ideológica? Como fazer com que as necessidades econômicas do povo se transformem em indignação ao sistema vigente? Enfim, como fazer com que o marxismo se torne uma teoria que seja discutida pela opinião pública em geral?
Em “Que Fazer?” Lênin tentou responder a essa série de questões no início do século XX. O objetivo em organizar o partido social-democrata no sentido de ampliar as discussões teóricas foi, para o líder bolchevique, o passo inicial para a transformação de sua sociedade; “sem teoria não há movimento revolucionário”, dizia ele. A conjuntura atual faz com que voltemos a analisar tal obra; a queda da URSS fez com que a esquerda em geral discutisse teoricamente as razões pelas quais a Revolução de Outubro entrasse em colapso em 1989.
Debatendo com os populistas russos, Lênin se aliou ao “marxismo legal” com o intuito de intensificar a luta teórica e fazer com que as massas pudessem discutir com mais amplitude a teoria marxista. Entretanto, jamais foi proposto por tal revolucionário o dogmatismo e a cristalização do marxismo, algo que o diferenciou dos “economicistas”, a vanguarda dos “marxistas legais” da época. Fazer concessões teóricas caminhava sempre para uma conciliação entre classes antagônicas que não favoreciam o processo revolucionário. A abertura do campo de debates surge, portanto, como ferramenta fundamental para que o estágio econômico-corporativo, através de um amplo debate sobre o marxismo e de um trabalho massificado de imprensa , pudesse ser elevado ao grau de luta política.
Atualmente no Brasil, o marxismo é conhecido por uma ampla camada de intelectuais e entrou com força nas universidades. Porém, com todo o acúmulo dos processos históricos, a ciência do proletariado é vista como algo ultrapassado no senso comum. Apesar de tal ciência ter de encarar novos desafios históricos e ter se tornado mais complexa, ela é compartilhada ainda entre poucos. Em São João del-Rei, por exemplo existem três partidos marxistas que, se somados, não passam de uma dezena de indivíduos. No DCE UFSJ tal teoria ainda não é discutida com mais intensidade, e nos sindicatos os programas de formação política são secundários. Enfim, os limites da discussão teórica são semelhantes àqueles em que Lênin teve de conviver, no qual o marxismo é restrito a poucas cabeças “iluminadas”. Mas diferencia-se devido ao processo histórico pós- URSS e da Guerra Fria, onde os comunistas ainda tem que responder a uma série de questões recentes sobre as experiências socialistas em âmbito global.
Sugerimos uma leitura leninista quanto à profissionalização da imprensa revolucionária e que todos os movimentos de luta intensifiquem sua preocupação em relação à comunicação entre as massas. O trabalho intelectual é elemento fundamental para o avanço da revolução socialista em nosso país. Só assim difundiremos nossa visão de mundo e de valor, contrárias ao individualismo defendido pela burguesia.

terça-feira, 2 de junho de 2009

CICLO DE LEITURAS: LÊNIN


A União da Juventude Comunista, em parceria com o PCB de São João del-Rei, está promovendo espaços de formação política para aqueles que se interessam por marxismo e querem discutir as questões teóricas que envolvem a ciência do proletariado. Convidamos a todos aqueles a participarem, no dia 05/06,sexta-feira às 10h na sala do Mestrado em História (1.49)- Campus Dom Bosco do nosso próximo encontro, que debaterá o o primeiro capitulo do livro "Que Fazer" do camarada Lênin.
Interessados, entrem em contato com André Luan para o fornecimento do texto:
andreluand2@hotmail.com
www.saojoaodelpueblo-pcb.blogspot.com
3291175882
3233714240