segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Reforma e Revolução: Um velho debate retomado nas eleições de São João del-Rei

O camarada Alexandre Marciano, um dos dois candidatos a vereadores do PCB em São João del-Rei, publicou no São João del-Pueblo um texto em que se diz reformista. Vejamos. As propostas de Alexandre Marciano não o tornam reformista. O camarada não propõe a revolução, porque isso seria mentir, não seria nada revolucionário. Só a verdade é revolucionária, e propor a revolução seria mentir visto que um vereador não tem pingo de poder nem para reformas, quanto mais para revoluções. Seria mentir porque não é o momento para a revolução, e porque não estamos nem de perto preparados.
No entanto, o camarada candidato faz com destaque uma proposta de prática revolucionária, que é o jornal de denúncias. Informar o povo é uma das coisas mais revolucionárias que se pode fazer. A esquerda pós-ditadura e o movimento sindical brasileiros têm inexplicável incapacidade de manter uma imprensa, e por isso fracassam tanto.

O camarada propõe reformas, mas isso não faz dele reformista. As revoluções também fazem muitas reformas, aliás, é o que mais fazem, e algumas reformas são revolucionárias, direta ou indiretamente. Observemos o caso das leis abolicionistas. A lei que colocou fim ao tráfico de escravos foi aprovada pelo governo a contra-gosto, mas seus efeitos foram uma transformação completa da sociedade brasileira. A lei do ventre livre, feita com finalidades contra-revolucionárias, mesmo assim gerou amplas transformações, pois muito além do ventre livre, essa lei dava direitos aos escravos, o que possibilitou centenas de ações na justiça contra senhores de escravos. A proposta de lei de 1884, o Projeto Dantas, embora não tenha sido aprovado, gerou tal tempestade política que, pode-se dizer, ajudou a derrubar a monarquia, e se tivesse sido aprovado talvez a salvasse. Já a lei dos sexagenários, um projeto Dantas sem dentes, tinha somente o objetivo de acalmar os abolicionistas, mas só os enfureceu, multiplicando suas forças, levando à Lei Áurea, que foi uma revolução econômica e um tiro de misericórdia na monarquia.
O camarada ainda faz em seu material denúncias altamente revolucionárias, a exemplo de ser contra "a privatização da Santa Casa", que vai contra o senso comum que imagina que a Santa Casa é particular, quando na verdade é uma irmandade, ou seja, embora tenha estatuto privado, é de fato, ou deveria ser, pública, além de ser completamente mantida por dinheiro público.
Ou seja, o camarada Alexandre Marciano não é reformista, mas se for, eu gostaria que mais reformistas fossem como ele.

6 comentários:

Alexandre Marciano disse...

Muito bom texto, Alex... A crítica está no sentido das leis. E concordo. Acrescento, também, que deva se pensar em culturas políticas: moderados e/ou exaltados que, noutros tempos, dividiam os grupos políticos de mesma ideologia, em relação aos métodos...

PCB Ipatinga disse...

Dado as premissas: bora ganhar a eleição e colocar um vereador que represente a classe trabalhadora!

Alex, PCB BH

Revistacidadesol disse...


Oi, Alex e Alexandre.

Estava vendo o filme Cancer do Glauber no youtube e ele começa falando: quem estava fazendo a revolução de 64 era o Jango...

E com certeza: o capitalismo no Brasil suporta poucas reformas. Um reformista sincero tem de sempre ter em seu horizonte uma revolução. Assim, Vargas deveria ter colocado os militares fiéis contra os golpistas da república do Galeão, mesmo correndo sangue, assim como Jango deveria ter resistido com o III exército.

E por que não o fizeram? Porque estariam negando sua natureza reformista. E o povo está pagando isso até hoje. Não derramamos sangue em política, mas a guerra entre as classes causa 40 000 homicídios por ano.

Abs do Lúcio Jr



Revistacidadesol disse...


Só não se engane com o que propõe o PSOL, Alexandre: nunca aconteceu revolução socialista pelo voto; as lutas de classe continuam e se agravam no socialismo; a contra-revolução de 64 não foi algo nem de longe tão progressista quanto a unificação da Alemanha pela Prússia, como é os ideólogos do PSOL a comparam. A Prússia guerreou três países para poder garantir sua independência, que se deu com um empresariado altamente nacionalista. Mesmo a social-democracia alemã pode ser analisada como um social-patriotismo.

JOEL DE ARAÚJO CORDEIRO disse...

ATENÇÃO PARA A REVOLUÇÃO QUE ESTÁ EM CURSO.
ROLA NA NET:
APOSENTADOS, PENSIONISTAS, PROFESSORES, MILITARES, FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS – ESCRAVIZADOS E HUMILHADOS – VÃO “FERIR DE MORTE POLÍTICA” O CORAÇÃO DOS CARRASCOS CORRUPTOS: AS URNAS.
LUTE HOJE PARA VIVER BEM O AMANHÃ.
POVO SEM PARTIDO POLÍTICO É PATRÃO: NÃO PERDE
ELEIÇÃO PARA PESQUISA, RÁDIO OU TELEVISÃO.
REPASSEM SEM MODERAÇÃO
POLÍTICOS SÓ RESPEITAM AS URNAS: MAIS NADA!!!
PENSANDO NISSO OS APOSENTADOS, COM MUITA PROPRIEDADE, DESENVOLVERAM DE FORMA SIMPLES, EFICIENTE E DEMOCRÁTICA UMA MANEIRA DE LUTAR PELAS SUAS CAUSAS E, AO MESMO TEMPO, RESOLVER GRAVES PROBLEMAS NACIONAIS.
APOSENTADOS E PENSIONISTAS TÊM DIREITO, MAS NÃO PODEM CURTIR A APOSENTADORIA: SÃO ESCRAVOS DE POLÍTICOS NO BRASIL.
A esperança do povo brasileiro está na ponta dos dedos dos aposentados, idosos e cidadãos que têm a consciência de que: POVO QUE NÃO TEM PARTIDO É PATRÃO NAS URNAS.
“A REVOLTA DAS BENGALAS E DAS CADEIRAS DE RODAS” vai deixar muitos políticos mal intencionados sem sono.
ITÁLIA: O governo criou os juízes sem rosto que acabaram com a máfia.
BRASIL: A Revolta das Bengalas e das Cadeiras de Rodas, movimento sem partido e sem nome, vai acabar com a escravidão dos aposentados, idosos, trabalhadores, anarquia e corrupção instaladas no país pelos últimos governos, inclusive estaduais e municipais.
O PARTIDO DOS TRABALHADORES E SEUS COLIGADOS ESTÃO QUEIMADOS COM OS IDOSOS, APOSENTADOS, PROFESSORES, MÉDICOS, MILITARES (INCLUSIVE DA POLÍCIA MILITAR E DO CORPO DE BOMBEIROS – PEC 300), FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS E COM TRABALHADORES – FUTUROS APOSENTADOS.
FERNANDO HENRIQUE PREPAROU A FORCA DOS POSENTADOS, LULA COLOCOU A CORDA E A DILMA, RELEMBRANDO O SEU PASSADO, ESTÁ PUXANDO A CORDA EM VOLTA DO PESCOÇO DOS IDOSOS COM A FRIEZA DE UMA TERRORISTA.
MAIS DE 20 MILHÕES DE IDOSOS E APOSENTADOS VÃO ÀS URNAS PARA DERRUBAR OS SEUS CARRASCOS. APÓS 12 ANOS, NÃO HÁ MAIS ESPAÇO PARA ENTENDIMENTO.
A OPOSIÇÃO VAI ASSUMIR E RESPEITAR OS TRABALHADORES E APOSENTADOS PORQUE NÓS, NOVAMENTE DEPOIS DE QUATRO ANOS, SEREMOS A VERDADE NAS URNAS.
EXISTEM VÁRIAS CLASSES ENGAJADAS NOS INTERESSES DOS APOSENTADOS PARA ACABAR COM A ESCRAVIDÃO DOS TRABALHADORES E APOSENTADOS NO BRASIL.
O texto:
“A REVOLTA DAS BENGALAS E CADEIRAS DE RODAS.”
DE UM LADO: APOSENTADOS E OS IDOSOS QUE CONTRIBUÍRAM, POR DÉCADAS, PARA TER UMA VELHICE DIGNA, MAS ESTÃO HÁ 12 ANOS ESCRAVIZADOS PELOS GOVERNOS DO PT (LULA E DILMA)E ATÉ PASSANDO PRIVAÇÕES. DO OUTRO LADO: POLÍTICOS CORRUPTOS E MENTIROSOS QUE NA PLATAFORMA DE GOVERNO PROMETEM RESOLVER O PROBLEMA DA APOSENTADORIA.
“CAMPO DE BATALHA: AS URNAS".
OS IDOSOS VÃO SE “ARRASTAR” ATÉ AS URNAS PARA TIRAR DO PODER CORRUPTOS E MENTIROSOS QUE PROMETERAM RESOLVER O PROBLEMA DO APOSENTADO E NADA FIZERAM PORQUE SABEM QUE IDOSOS NÃO GOSTAM DE VOTAR, MAS OS CARRASCOS VÃO “CAIR DO CAVALO”.
ESTA CAUSA É DE TODOS, INCLUSIVE MILITARES E CIVIS DA UNIÃO, ESTADOS E MUNICÍPIOS. TODOS ESTÃO CAMINHANDO PARA GANHAREM SOMENTE UM SALÁRIO MÍNIMO: É O OBJETIVO DOS CARRASCOS QUE ESTÃO NO PODER.
APESAR DA ECRAVIDÃO E ESTADO DE MISÉRIA IMPOSTO PELO PARTIDO DOS TRABALHADORES, NÃO É RARO O APOIO QUE OS IDOSOS DÃO AOS SEUS FILHOS E/OU NETOS SEM EMPREGO OU POR OUTROS MOTIVOS.
SOMOS MAIS DE 20 MILÕES DE APOSENTADOS. NÃO HÁ ELEIÇÃO VENCIDA COM ESTA DIFERENÇA DE VOTOS.
NÓS TEMOS O PODER DE TIRAR OU COLOCAR: PODEMOS MUDAR TUDO, NÓS NÃO TEMOS PARTIDO POLÍTICO.
JOVEM, LEVE O SEU IDOSO ATÉ AS URNAS. A SUA VIDA CERTAMENTE VAI MELHORAR.
REPASSEM ESTAS MENSAGENS PARA TODOS, INCLUSIVE VIA: FACEBOOK, ORKUT, TWEETER, MSN, SITES RELATIVOS A FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS, APOSENTADOS, ETC.
OS VELHINOS, TRABALHADORES, APOSENTADOS, ESCRAVIZADOS, MISERÁVEIS, HUMILHADOS E ENDIVIDADOS AGRADECEM.

alex disse...

Joel, só dois comentários:
1 - Ao dizer que os aposentados estão escravizados há 12 anos fica parecendo que FHC não foi um filho de uma puta, como todos sabem que foi. Na verdade, o maior crime do PT é continuar a política do PSDB.
2 - Esse papo de sem partido é coisa fadada à derrota. O movimento pode ser um partido sem esse nome, mas se não for um partido não disputará o poder e portanto nunca vai resolver nada. E entregar o governo para a "oposição" que temos é mantê-lo nas mãos dos mesmos bandidos.

Postar um comentário