terça-feira, 17 de abril de 2012

Efeitos positivos da reestatização da YPF

A presidenta da Argentina reestatizou a empresa de petróleo do país, a YPF, derrubando o valor das suas ações nas bolsas de valores. A imprensa "brasileira", cumprindo seu papel de linha auxiliar das tropas e embaixadas imperiais, faz coro ao governo espanhol contra o governo argentino e tenta jogar a opinião pública brasileira contra o país irmão.

Em que a decisão argentina prejudica ao povo brasileiro? A queda do valor das ações? De que nos interessa? Não temos nenhuma dessas ações! O prejuízo dos investidores estrangeiros? Esse é o melhor dos efeitos!!!

Os "investidores" são na verdade parasitas, roubam e querem roubar mais ainda o patrimônio dos povos latino-americanos. Na década de 90, aproveitando-se de governos fracos, resultantes de regimes políticos propícios à vitória de bandidos, esses parasitas compraram executivos, legislativos e judiciários desses países e tomaram suas empresas estatais por meio de privatizações. Esperavam que nossos povos nunca conseguissem se levantar e resistir...

A reestatização, uma vitória da soberania argentina, pune os parasitas, desestimula futuras privatizações, afugentando possíveis "investidores estrangeiros". É pouco, só pune uma parte dos criminosos. Também os governantes envolvidos nesses atos de traição deviam ser punidos, segundo a lei. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário