sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

A "esquerda" parasita, a "esquerda" lunática e a onda "de direita" no movimento universitário

Os porta vozes do capital, meios de desinformação, que não merecem nossa confiança nem quando afirmam que 2 e 2 são 4, afirmam que estudantes de direita, ou seja, liberais, capitalistas, estão vencendo os estudantes de esquerda, ou seja, socialistas de todas as matizes, no movimento universitário. Esse seria o caso da UNB e da UFMG. A direita estaria tomando um reduto histórico da esquerda. E o que fazem nossos "companheiros" parasitas e nossos "camaradas" lunáticos? Acreditam na Veja !!! Os últimos acreditam de verdade, mas os primeiros, os parasitas dilmistas ou que fazem oposição à esquerda, "acreditam" por conveniência.

Comecemos pelos lunáticos. No mundo deles, quando os DCEs estão nas mãos do PCdoB ou do PSTU, estão nas mãos da esquerda. Os caras dizem que são revolucionários, então são mais aliados que os que dizem que não são! Alguns estão dispostos a aceitar que um DCE sob controle do PCdoB está sob controle capitalista, mas acreditam que se o controle for do PSTU, ou do PSOL, ou de militantes de nosso Partido, então estará à esquerda. Deve ser verdade, na Lua!

Já os parasitas não precisavam de nada mais que um inimigo virtual para tentar juntar ao seu redor um monte de lunáticos. O setor abertamente corrompido, base governista, já não se pronuncia muito, e deixa a imprensa capitalista dominar entre seus militantes. O setor "de luta", que faz oposição de esquerda ao governo Dilma, mas na base parasita entidades estudantis e sindicais, reforça a avaliação da imprensa capitalista, de que a direita está ganhando terreno. Somente colocam a culpa disso na "esquerda" governista, segundo a velha fórmula trotskista da "crise de direção". Finge desconhecer que sua própria prática, aparelhando DCEs e Sindicatos, tem o mesmo papel nocivo do aparelhismo dos governistas.

Infelizmente, quase não há no Brasil uma esquerda sensata. Aqueles que aceitam a realidade, que a estudam, estão quase todos no campo parasita, carreirista, quadrilheiro, corrupto. Basta dizer que em uma análise detalhada, e isso nesse momento, porque as coisas podem mudar muito rápido no movimento universitário, a Aliança pela Liberdade que venceu na UNB, e a Onda que venceu na UFMG, não têm nada haver uma com a outra. Todas as duas fizeram a denúncia do parasitismo de alguns partidos sobre os DCEs, mas isso é natural, a não ser para os próprios parasitas e para idiotas. Contudo, o projeto da Aliança pela Liberdade é entregar o DCE nas mãos dos estudantes, via poder das entidades de base, os Centros Acadêmicos, enquanto o projeto da Onda é fazer uma gestão. Ou seja, na UNB vai rolar, já está rolando, um debate rico, importante, o mais central da atualidade, e o DCE pode ressuscitar, enquanto na UFMG vai continuar não rolando nada, como nos últimos anos.

Os conceitos de esquerda e direita nasceram durante a Revolução Francesa, quando os monarquistas se ajuntavam à direita, e os republicanos à esquerda. Ou seja, originalmente, direita é quem defende a manutenção de um regime político ultrapassado, e esquerda é quem defende um regime político mais democrático. Então, na UNB, o que há de mais a esquerda nos últimos anos é a Aliança pela Liberdade, e todos os agrupamentos que defendem as eleições diretas, o regime político fracassado, mesmo que suas bandeiras sejam vermelhas e mesmo que levem a foice e o martelo, são a direita.

O problema dos Sindicatos e dos DCEs não são os partidos que os parasitam, e isso será provado mais uma vez (acontece de dois em dois, três em três anos, cada hora em uma universidade) na UFMG. O problema é o regime político com o qual se organizam ! Não mandamos nada em nosso país, apesar das eleições diretas. Não mandamos nada em nossos estados, nem em nossas cidades, apesar das eleições diretas. Por que os estudantes e trabalhadores conseguiriam mandar alguma coisa nos DCEs e Sindicatos com eleições diretas? Essa forma de participação popular é um engodo, e não é culpa dos eleitores, porque não vale nada em país nenhum do mundo !!! Em todo lugar, a forma capitalista de democracia resulta no poder dos ladrões, mesmo entre os povos mais bem educados do mundo.

Certamente existem estudantes bem intencionados na Onda, mas se só conseguem pensar em fazer uma boa gestão, então terão uma decepção muito grande, durante pelos problemas de sempre e depois se trabalharem muito quando virem seu trabalho sendo desfeito pelas gestões ruins que sempre acontecem. Será decepcionante sobretudo perceberem que não conseguirão ser muito diferentes das recentes gestões do PCR, do PSTU e da UJS, assim como para o estudantado isso tudo foi a mesmo coisa - nada.

Ou seja, o único recuo que aconteceu na UFMG é que no ano passado existiu uma chapa defendendo o poder dos Centros Acadêmicos sobre o DCE, e esse ano isso não rolou. Na UNB, por outro lado, está acontecendo um avanço que pode ser a ressurreição daquele movimento.

5 comentários:

T.Almeida disse...

Bom seria se vc entrasse em contato com os camaradas da UFMG para pegar informes antes de publicar textos como estes.
Abracos

T.Almeida

PCB Ipatinga disse...

E de preferência, pessoalmente.

Alex - BH

alex disse...

Camaradas Alex e Tiago, se têm discordância com o que eu escrevi, por favor publiquem aqui. Derrubem o que eu escrevi.

Bom seria que os camaradas da UFMG publicassem mais sobre sua própria política, e não que permanecessem em silêncio como se ainda estivessem na clandestinidade.

E é ridícula a ideia de que o debate só pode ser feito pessoalmente. É óbvio que nem vou deixar de dar palpite sobre nada, nem vou a BH só para saber das fofocas das eleições de um DCE. Querem que a versão de vocês prevaleça, ou ao menos que apareça, então a publiquem !!!

T.Almeida disse...

Camarada, Soltaremos uma nota sobre o processo em breve. ficarás sabendo ok?

Quando escrever algo sobre a UFMG se dê ao trabalho de ao menos questionar a base sobre. Isso ajuda vc e não semear inverdades por aí. Os informes de nossa atuação na UFMG está em aberto para todos os militantes do PCB, bem como nossa tática. Seattle00@gmai.com

Você que entre em contato caso queira saber oq que aconteceu por aqui. Sobre fofocas ou retrucar as inverdades que postou aqui deixo a seu serviço.Amanhã tenho um conselho de D.AS para participar e defender nossa política de base, foi mal aí, mas sem tempo para provocações camarada. Abraços Fraternos!

alex disse...

Camarada, logo que eu tiver acesso a informações que desmintam o que eu escrevi, publicarei uma Errata com prazer, sobretudo para dar boas notícias sobre nossa atuação na UFMG.

Porém, as informações que tenho são essas ai, e por enquanto não sofreram nenhum arranhão.

Postar um comentário