sábado, 31 de dezembro de 2011

As verdadeiras perspectivas para 2012

O lado bom é que quando as perspectivas são muito ruins pode acontecer de alguma novidade melhorar o panorama. Porém, para sermos sinceros, temos que informar que 2012 pode nos trazer uma grande guerra na Ásia, envolvendo tantos países poderosos (EUA, China e Rússia mais os aliados devem chegar a uns 20 países) que se poderá talvez falar de uma terceira guerra mundial. Embora a tensão esteja crescendo e tropas e armamentos sendo movimentados conforme o necessário nas vésperas de um conflito, é de se esperar que o poder de dissuasão de ambos os lados cumpra sua função de desanimar os oponentes. O que não tem solução, a não ser uma grande guerra (que mesmo assim só daria resultados anos depois), é a crise econômica. Podem ser aplacadas as crises financeiras, ou seja, de endividamento dos governos, mas não a crise econômica, que é uma crise de super-produção crônica com ondas de agravamento.

A solução dos dois problemas seria a revolução socialista, mas temos que confessar que as forças revolucionárias não estão preparadas para isso em quase lugar nenhum do mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário