terça-feira, 21 de junho de 2011

UNE aceitou os delegados eleitos em fraude e negou os eleitos corretamente

Uma eleição aconteceu um dia antes da data marcada, a outra no dia correto, na cédula da primeira eleição faltava o nome de uma das chapas, a outra tinha as três chapas, mas a primeira, uma vergonha para quem a fez - certo candidato a vereador do PT que usa o movimento GBLT e agora quer usar o movimento estudantil para angariar votos em 2012 - foi feita por um militante do partido que manda no partido que manda na UNE, então... conforme já era esperado, para a UNE os representantes dos estudantes de São João del-Rei são os da eleição antecipada e sem uma chapa.

Na eleição com as três chapas presentes na cédula, e acontecida no dia marcado, a chapa retirada da cédula pelos petistas teve 396 votos, contra 41 deles. Essa chapa, golpeada, como é comum em eleições diretas de DCE e agora se vê também para eleição de delegados da UNE, é a escolhida pelos Centros e Diretórios Acadêmicos da UFSJ, ou seja, a UNE está rompendo com sua base para ficar com seus aliados/chefes.

Os estudantes daqui estão indignados, mas aprendendo. Alguns entre eles já não viam direito o que são as eleições diretas, e esse exemplo vem lembrar. Os petistas, com suas acusações mal contadas, estão colaborando para transformar o episódio em uma baixaria, o que só confirma nossas idéias.

O poder das entidades de base enfim foi colocado pelos petistas e seus rabos diante da necessidade de libertar os demais DCEs e fortalecer as demais entidades de base espalhadas pelo país. São muito... inteligentes, nossos adversários! E são assim no país todo, com essa mesma destreza para acertar o próprio pé. A pseudo-democracia capitalista praticamente não tem defensores nas Universidades, então o que um comunista deve fazer não é se tornar defensor desse lixo abandonado, mas defender uma democracia de verdade, que nos DCEs brasileiros são os Conselhos de Entidades de Base, mesmo onde ainda não existem entidades de base, pois ai elas nascem...

Nenhum comentário:

Postar um comentário