segunda-feira, 13 de junho de 2011

UJC e o Congresso da UEE/Um questionamento

Camaradas,


Primeiramente gostaria de fazer autocrítica. Por motivos diversos, quase todas relacionados a vida, (...), não digo pessoal, pois não sei bem onde termina o pessoal e começa o social, não estou acompanhando diretamente as atividades da atividade da UJC em Minas, claro que nada justifica isso, mas gosto de frisar esses injustificáveis motivos pois eles me incomodam. Mas isso não quer dizer que estou totalmente inativo, estive em alguns espaços, como a reunião  em São João del rei  justamente para convencer alguns simpatizantes, potenciais militantes, de que era muito necessário construir o PCB e a UJC. Chega de comportamentos lunáticos, não é?

Bom, mesmo assim não vou me furtar de fazer alguns questionamentos, já que considero acertada a posição de que é sempre bom um debate franco e aberto no partido. Meu questionamento é o seguinte: 

Acabei de ler no Expresso Vermelho que a UJC vai participar do congressso da UEE, como deve ser ,é claro .  Vi algumas bandeiras interessantes e importantes que vão ser trabalhadas no congresso como: A universidade Popular e essa campanha o "Minério é nosso", mas não vi menção nenhuma a política das entidades de base  ou tentativa de dar continuidade a política que se começou fazer naquele congresso estatuinte da UEE , que segundo muitos camaradas, foi extremamente produtivo para UJC. 

Sei que o processo de eleição na UFMG ano passado foi pesado e que o peso pode ter causado um certo recuo dos camaradas diante dessa política. Não se trata aqui de julgar, mas de discutir: existe esse recuo? Como o conjunto da nossa militância da UJC esta vendo a proposta de construir o movimento estudantil através do poder das entidades de base?  Será que ainda não aprendemos direito o que significa essa política? Não seria produtiva para UJC lançar como proposta da chapa mudança de estatuto da UEE e retomar a discussão que aconteceu na estatuinte? (Sem excluir nenhuma das bandeiras já acertadas, é claro). Talvez ainda haja pouca segurança  do conjunto da militância da UJC em Minas em relação a proposta, se assim for, precisamos avançar com esse debate.


Nenhum comentário:

Postar um comentário