sexta-feira, 22 de abril de 2011

Diversos conselheiros ainda não sabem qual foi o próprio voto na reunião do Conselho Universitário do dia 18

Parece piada, mas é só uma tentativa de golpe. Simplesmente, os próprios conselheiros universitários em grande maioria não ouviram o reitor colocar o estatuto que ele quer impor em votação, e como ele afirma que a votação ocorreu, diversos conselheiros têm ido à secretaria perguntar em eles mesmos votaram !!?? Mudar o estatuto de uma Universidade em uma reunião, sem debates, sem ninguém nem saber em que votou, é algo que se for aceito pela justiça desmoraliza nosso sistema educacional. Se for assim, as Universidades não teriam mais regras, seriam propriedade dos reitores, que poderiam, cada um, modificar o estatuto a bel prazer de seu mandato.

O movimento criado pelo reitor para dividir os estudantes, o Diretas Já, composto quase somente de pré-candidatos petistas, diretores da UNE petistas e assessores de certo deputado, está comemorando a tentativa de golpe do reitor como uma vitória. Como se desmascaram! Dizem que são democratas porque ficam repetindo as propagandas do TSE, mas apoiam que um estatuto seja modificado sem debates, sem discussões. Ou seja, o que querem com as eleições diretas? O poder de impor coisas sem debater com as bases?

Na verdade conhecemos seus planos - querem eleições para conselheiro universitário para já as usarem para se lançarem, lançarem seus nomes na cidade. Tentarão vencer, porque ai também usarão os mandatos de conselheiros como vitrine para suas planejadas carreiras eleitoreiras. Depois continuarão usando o Diretas Já para se promoverem e tentarão tomar o DCE como aparelho, usando, como no país todo, eleições diretas. É a estratégia de sempre do parasitismo. Qual sua grande bandeira? As eleições diretas! E qual seu grande aliado? O reitor, ele mesmo uma prova ambulante do que são as eleições diretas!

Nenhum comentário:

Postar um comentário