sábado, 30 de outubro de 2010

Chapa para o DCE UFMG defende adotar estatuto do DCE UFSJ

Foi registrada ontem a chapa "Todo poder aos DAs e CAs" concorrendo às eleições do Diretório Central dos Estudantes da UFMG. A única proposta dessa chapa é um novo estatuto, nos moldes do adotado pelo DCE-UFSJ em 2004, no qual as entidades de base, Diretórios Acadêmicos e Centros Acadêmicos, passam a controlar todo o DCE, retomando um poder que a Ditadura (1964-1985) lhes usurpou.

É pena que os partidos políticos não gostam dessa proposta! Somente o Partido Comunista Brasileiro - PCB - está na chapa com os estudantes que querem libertar o DCE-UFMG do "aparelhamento". A Consulta Popular preferiu montar uma chapa com o PCR, o PSOL e o PSTU montaram outra chapa, a UJS e o PT são a chapa situacionista, o PSDB montou uma chapa e estudantes da Engenharia montaram uma chapa que pelo nome parece ser só para fazer festa.

Continuaremos dando notícias.

4 comentários:

Revistacidadesol disse...

Oi, Alex. Também propus essa solução para a cidade aqui: que as entidades e associações comunitárias se mobilizem para tomar conta da administração.

No entanto, essas entidades se encontram nas mãos e um ou outro integrante e têm políticas tais como apoiar o Inácio Franco, do PV, a troco de dinheiro.

Outra atitude que acho premente é o partido buscar entrar em contato e cultivar laços com os artistas e intelectuais. Estive com o Bernardo Sabino, filho do Fernando. Ele é amigo pessoal do Aécio, que possibilitou inclusive que ele deixasse de morar no Rio e fosse morar em BH, fazendo o trajeto contrário da maioria de nossos intelectuais e artistas. Isso é impressionante.

Na última campanha, foi tb impressionante a adesão ao Anastasia e Aécio: desde Milton Nascimento até Pato Fu, passando por escritores de vanguarda como André Sant´Anna.

É premente fazer um newsletter do partido sempre com tópicos voltados para essas pessoas, além de bolarmos um blog voltado para essa comunidade, revendo aqueles textos tais como anteprojeto do manifesto do CPC da UNE, pensando o que é arte revolucionária hoje, por exemplo.

Creio que existe uma lição que se pode tirar do grotesco episódio Tiririca: é convidar e buscar instruir pessoas que tiveram uma imagem na mídia e hj se encontram em decadência. Essa imagem é um capital simbólico importante e que, por si só, pode ajudar muito numa campanha, fazendo que ela possa ser ganha sem que se gaste muito.

Por isso, acho que Fabinho deveria, assim que pudesse, buscar contato com artistas como o Geovane Sassá, pessoas muito conhecidas que poderiam auxiliar nas propagandas ou aparecer apoiando nossos militantes.

Acabo de ler uma matéria sobre arte-educação constatando que os eleitores, ao verem um debate, prestam atenção no visual. Uma experiência mostrou que a avaliação do debate que eles fazem é a mesma com som ou sem som!

É hora de fazer a educação visual das massas.

Afinal, o que é uma imagem de esquerda? Existem imagens de direita?

Tudo isso precisamos responder.

Abs do Lúcio Jr.

Gustavo disse...

uhuuuuuuuu! festaaaaaa!!!

Lennon disse...

o PSDB montou uma chapa e estudantes da Engenharia montaram uma chapa que pelo nome parece ser só para fazer festa.
.
uhauahuahuahauhauhahuauhauhauh
nós somos do psdb então!
.
viva a falta de caráter na divulgação de informações!

alex disse...

E não é isso?

Não existe uma chapa que SE CHAMA "Grelha"? Isso não é confessar que é para fazer festa? Se não for nos desculpem os integrantes. Entendemos mal o nome.

E sobre a chapa do PSDB, quem nos disse que de tal se tratava foram os próprios responsáveis pela mesma, incluindo o presidente da juventude tucana em Minas Gerais.

Postar um comentário