quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Sábado, dia 14, debateremos os 21 pontos

Nesse Sábado, a partir das 14 horas, na casa do camarada André Luan, Rua Dora Bittar Brighenti, 86, bairro Solar da Serra, eu responderei às perguntas de todos os presentes, e os escutarei, no sentido de melhorar as 21 propostas antes ainda de serem impressas.

O evento será aberto a todos.

No momento, já existem propostas de inclusão e de exclusão, o que pode melhorar nosso debate.

As duas propostas de inclusão são:

a ) Calcula-se que um real gasto em saneamento básico economiza quatro reais na saúde. Lutar portanto para um programa nacional de saneamento básico, talvez vinculando uma porcentagem dos gastos da saúde.

b ) Um Fundo nacional financiando creches nas periferias condicionando que deveriam ser contratadas mulheres pobres da região.

A mortandade no trânsito também precisa respostas, algumas podem ser incluídas no item sobre a Justiça, mas outras são mais locais que nacionais.

Observem nos comentários que o camarada Lúcio fez mais propostas.

4 comentários:

Revistacidadesol disse...

Oi, Alex,suas propostas da plataforma tão ótimas.

Proponho é incluir alguns assuntos, tais como: ampliação da verba do ministério da cultura para dez por cento e alterar as leis de incentivo, descentralizando o investimento por todo o Brasil. Criar uma distribuidora de cinema e uma estatal para o cinema que só se ocupará dos experimentais e educativos. Filmes da Globo Filmes não terão apoio estatal de forma alguma e deverão ser denunciados como subtelevisivos, ideológicos e colonizados subhollywoodianos.

Dar um papel aos sem-terra no processo de reforma agrária. Incluir a frase "a manifestação mais nobre da fome é a violência", de Glauber Rocha.

Liberar o jogo, desestatizando-o, permitindo-o somente no sertão nordestino, tendo em vista estimular a economia.

Retomar a lei de remessa de lucros das multinacionais, confrontando essas empresas e dimimuindo nossa exploração pelo imperialismo.


Abs do Lúcio Jr!

AF STURT disse...

Essa questão sobre o cinema é relevante. Tem que criarem empresas publicas para fazer cinema, resgatando o cinema brasileiro.Mas isso não deve envolver as empresas privadas...A globo que já tem um monopólio nas mãos,por exemplo,não pode ter cortes de impostos e subdiações de seus produtos ,que muitas vezes, é só um acréscimo da sua ideologia- manipulativa que vemos no resto de suas empresas de comunicação...

alex 2121 disse...

Só para informar - a Sabatina foi muito boa. Logo a jogaremos no ar.

Jovem Comunista Campo das Vertentes-MG disse...

Coloca mesmo,com toda certeza não deixarei de assistir!

Postar um comentário