segunda-feira, 26 de julho de 2010

Item 6 - Democracia no sistema público de saúde

Boa parte de todo o dinheiro de cada município, cada estado e da União são destinados por lei à saúde. O problema é que na prática essa fortuna fica nas mãos dos políticos e donos de hospitais. A democracia do Sistema Único de Saúde é em quase todas as cidades uma farsa, assim como a unicidade que só existe no nome.

O primeiro passo a ser dado, portanto, é democratizar cada hospital e posto de saúde ligado ao SUS - Transparência total nas contas e direção pelos funcionários e usuários. O hospital que não quiser aceitar a democracia e a transparência não deve receber verbas públicas.

Ao mesmo tempo, é necessário fazer com que os Conselhos de Saúde sejam realmente representativos e detentores do poder, ao invés de farsas para legitimar o controle obscuro de políticos corruptos sobre o dinheiro da saúde. As secretarias de Saúde não devem mais ser indicadas por prefeitos e governadores e terem o poder de organizar os Congressos e daí os Conselhos de Saúde. Pelo contrário, os Conselhos de Saúde devem indicar e depor os secretários, sem interferência dos corruptos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário