sábado, 11 de abril de 2009

São João del Rei presenciou duas manifestações no dia 7 de Abril

Logo abaixo, publicamos, no dia 7, uma chamada para uma manifestação dos metalúrgicos, em protesto contra o desemprego. Foi uma manifestação boa para os padrões recentes de São João del Rei, onde até o Fora Collor, que incendiou o país, não contou com mais que um punhado de manifestantes. Além de dezenas de operários demitidos da Ligas Gerais, compareceram vários universitários e outros apoiadores. A vereadora Silvia Fernanda (PMDB) esteve presente no ato, e o prefeito Nivaldo (PMDB), quando a manifestação passava pela ponte da Cadeia, saíu da Prefeitura e manifestou sua solidariedade. Os manifestantes entraram na Câmara dos Vereadores, que abriu uma fala a mais para o povo (normalmente só são permitidas três) de forma que os metalúrgicos pudessem se pronunciar. O secretário de agitação e propaganda do PCB de Minas Gerais, convidado a falar pelos líderes metalúrgicos, esclareceu que só existe uma verdadeira solução para os problemas do povo trabalhador - a revolução socialista!
Enquanto essa manifestação se concentrava na avenida Tancredo Neves, uma passeata de professores, trajados de negro, percorria a cidade. Protestavam contra o governo de Aécio Neves (PSDB), o mesmo que entrou na justiça contra o piso mínimo nacional para os professores, que é uma das poucas coisas boas do governo Lula (PT). Em determinado momento essas duas manifestações se cruzaram e solidarizaram.

Nenhum comentário:

Postar um comentário