quinta-feira, 2 de abril de 2009

106 demissões e polícia contra os trabalhadores

A empresa Ligas Gerais, que recebeu verbas públicas para iniciar suas atividades, demitiu há poucos dias 106 trabalhadores. Conforme se pode ler no panfleto dos demitidos, publicado logo abaixo, ela já devia dois meses de salários, a segunda parcela do 13o. e ficou devendo a verba recisória. Alega falta de dinheiro, mas fez um churrasco ontem mesmo para os gerentes e demais puxa-sacos.
Sim, é caso de polícia. Mas a polícia não moveu uma palha contra o caloteiro. Por outro lado, oito viaturas estava na portaria da empresa, com o fim claro de intimidar os trabalhadores. Oficialmente estão lá para defender o patrimônio!!? De quem? Quem é que construíu aquele patrimônio? Curiosamente, a polícia está lá para defender não os trabalhadores, mas o caloteiro!!! Até policiais florestais foram enviados para lá!
É a justiça, a lei e a ordem do capitalismo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário