sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

"Pelo Socialismo, Criando Poder Popular !"

É com esse norte que a Juventude Comunista da Venezuela chamou seu Décimo Primeiro Congresso Nacional. Criar poder popular é o caminho para o socialismo, eis outra forma de dizer a mesma coisa. Devemos aprender isso com nossos camaradas venezuelanos, pois eles estão mais perto do socialismo que nós, e não estão em tempos de brincadeira.

Não se trata, porém, de uma exclusividade da Revolução Bolivariana. Também na URSS não seria possível a revolução socialista sem o poder soviético, e quando os Soviets perderam seu poder, inclusive no papel na Constituição de 1936, foi condenado o socialismo. Os bolcheviques conseguiram se manter no poder, por meio de uma ditadura que se iniciou em 1936 e perdeu o poder para uma ditadura contra-revolucionária em 1959. Ou seja, não conseguiram salvar o socialismo com essa ditadura.

Não haveria Revolução Chinesa sem as Comunas, nem sem democracia dentro do seu Exército, e de fato, em cada revolução socialista a vitória sempre está umbilicalmente ligada ao poder popular.

No Brasil, por capitulação completa, a “esquerda” não levanta a sério as bandeiras do poder popular. Onde está a revogabilidade de todos os mandatos? Onde está a exigência de uma lei de transparência completa das contas públicas? Onde a elegibilidade e revogabilidade de todos os cargos públicos? Onde a democratização (e em que isso diferiria de socialização) das estatais? Onde um plano de democratização e ampliação das Forças Armadas?

Aliás, por que a “esquerda” brasileira não começa por criar verdadeiro poder popular no movimento sindical e estudantil que dirige? Já teria essa “esquerda” lido A Guerra Civil em França de Marx ( A Comuna de Paris ) e O Estado e a Revolução de Lênin? Certamente que não, pois anti-comunista por ter sido educada sob a ditadura, de quem recebeu eficiente e subliminar lavagem cerebral, essa “esquerda” que chafurda na democracia liberal se acha teoricamente auto-suficiente, informada que é pela mídia de massas da burguesia.

Nos faz lembrar da outra parte do lema levantado pela JCV: “Unir, Estudar e Organizar”!

Nenhum comentário:

Postar um comentário